Grito Rock no Brasil

Considerado o maior festival integrado da América Latina, em 2011 envolveu 130 cidades em 10 países, mobilizou mais de 2 mil grupos musicais e 2 mil colaboradores, além de produtores e jornalistas, e atraiu aproximadamente 300 mil pessoas, distribuídas entre diversas classes econômicas. O Grito Rock é um festival realizado em rede, executado simultaneamente em diversas cidades da América Latina de 17 de fevereiro a 17 de março, período de festas relacionadas ao Carnaval brasileiro, e se apresenta como uma opção complementar aos tradicionais festejos e com o foco na promoção de artistas independentes. Realizado pela rede do Circuito Fora do Eixo sempre no período do carnaval, o evento é conhecido, sobretudo, pelo seu aspecto colaborativo, estímulo a troca de tecnologias e grande plano de mídia, trabalhados através de modelos de negócios que vêm viabilizando as atividades do setor musical independente na atualidade.


Realizado há dez anos no Brasil, o Festival Grito Rock chega com a marca de 200 cidades e 15 países participantes em 2012, aumentando em 55% o número de realizadores de 2011. Desde 2007, quando começou a ser realizado em âmbito nacional (até então acontecia só em Cuiabá), o Grito Rock é uma plataforma eficaz para promover a circulação de artistas pelo Brasil.



Grito Rock Internacional

Reflexo da conexão com diversos países latinos, este ano o Grito Rock se soma a 15 países e se estabelece em 14 cidades estrangeiras. Vários representantes da América do Sul e Central participam da edição 2012: Honduras, Costa Rica, Guatemala, Argentina, Bolívia, Colômbia, Chile, Honduras e Nicarágua.
O Festival ocorre também na Cidade do México, Los Angeles e em Braga (Portugal), realizado por brasileiros em parceria com agentes locais. “Recebi um convite e achei ótima a idéia de fomentar um evento brasileiro junto com mexicanos que já trabalham com o cenário independente, é uma grande chance de conectar os dois países através da música” - comenta a brasileira Marina Paschoalli, que está na produção do Grito Rock na capital mexicana.


Balanço

Até o momento foram registradas 203 inscrições, sendo que 61 cidades estão realizando o Grito Rock pela primeira vez. Entre os produtores, 38 estão na Região Sul, 36 da Região Nordeste, 81 no Sudeste, 13 no Centro Oeste e 19 na Região Norte.

A partir do dia 16/01, as bandas podem se inscrever para se apresentar em diversas cidades e se organizar para elaborar turnês de pequeno, médio e grande porte, através do site Toque no Brasil (TNB). A ferramenta é usada desde 2010 para a conexão direta entre produtores e bandas durante o Grito Rock.





GRITO ROCK ELDORADO DO SUL – 2012



Data da oportunidade: 17/03/2012
Inscrições até: 12/02/2012
Local: Eldorado do Sul - RS, Brasil
Estabelecimento: Botechno ROCK Beer
Vagas: 3
Produtor: Botechno ROCK Beer

Orgulhosamente o Botechno ROCK Beer foi convidado a fazer parte do Grito Rock pelo segundo ano consecutivo representando esta região, e será uma noite inesquecível! Até o presente momento já contamos com mais de 120 bandas do país inteiro interessadas em tocar na nossa cidade. A edição deste ano será realizada no Spazium - Eventos & Festas (Rua Antônio Mariante, 622), visando maior comodidade e estrutura para receber ainda melhor aos amigos, clientes e artistas. O Grito Rock é um festival consolidado em todo país e é realizado nas maiores e melhores casas das cidades e, o de Eldorado do Sul seguindo esse princípio também será realizado no maior e melhor espaço local.


Esse evento tem reconhecimento e apoio da Secretaria de Cultura de Eldorado do Sul, e claro, as empresas locais que quiserem também participar e apoiar esse evento serão muito bem vindas. Lembrando que empresas que investem em cultura têm como retorno a abertura para novos públicos, a possibilidade de agregar novos conceitos e valores a sua marca e representa também, diante da sociedade, uma postura de responsabilidade e envolvimento com a cultura local e de atenção às transformações e renovações por que vem passando o cenário artístico brasileiro.

Mapa das cidades de países que participam do GRITO ROCK 2012 

Confira a lista completa das cidades do Rio Grande do Sul que recebem o Grito Rock:


Gravataí – RS

Esteio – RS

Eldorado do Sul – RS

São Leopoldo – RS

Cachoeirinha – RS

Sapucaia do sul – RS

Rio Grande – RS

Porto Alegre – RS
Santa Cruz do Sul – RS
Bagé – RS
Jaguarão – RS
Itaqui – RS
Campo Bom – RS
Santo Ângelo – RS
Erechim – RS
Canoas – RS
Camaquã – RS
Caxias do Sul – RS
Santa Maria – RS
Novo Hamburgo – RS
Sao Borja – RS
Pelotas – RS






Já começou a campanha Grito EnCena 2012, estimulando a diversidade e a integração das artes cênicas no Grito Rock. Até o dia 10 de fevereiro, todos os produtores e artistas interessados em fazer parte da campanha devem fazer sua inscrição por meio dos formulários anexos. A partir desse primeiro mapeamento, serão construídas rotas de circulação e programações locais que ajudarão o Grito Rock a se cultivar como o maior festival de artes integradas na América Latina.
Para quem se pergunta por que inserir uma programação cênica em um festival com a chancela do rock’n’roll, o Grito Encena revela algumas respostas a partir da experiência da edição de 2011. Ao aproveitar a plataforma com a marca do Grito para aproximar artistas de outras linguagens, os coletivos têm contribuído para construir laços na cena independente local, consolidando redes culturais cada vez amplas e sustentáveis.


Campanhas como o Grito EnCena estimulam a busca de novos espaços, novos públicos e o diálogo entre artistas e produtores de diferentes linguagens. Dessa forma, as cidades se capacitam como importantes pólos da cultura independente e fortalecem os laços e os arranjos produtivos locais. Num âmbito macro, elas se transformam em poderosas e diversificadas plataformas de comunicação e circulação de artistas.
Na primeira fase da campanha, a equipe do Palco Fora do Eixo, frente de linguagem cênica do Fora do Eixo, vai mapear todos os grupos e artistas interessados em participar da campanha. O mapeamento visa facilitar um trabalho de mediação entre grupos e artistas cênicos e os produtores do Grito Rock. A idéia é que, a partir das articulações regionais do Palco Fora do Eixo, os artistas possam ter um material de divulgação de seus trabalhos, ganharem público e usufruir dos serviços e plataformas da rede que, por sua vez, estarão mais fortalecidas com a integração de outras linguagens.


FORMATO

A partir das articulações e negociações entre produtores e artistas, o Grito EnCena poderá compor uma programação paralela com apresentação(ões) de espetáculo(s) de dança, circo, teatro e/ou performance de grupos/artistas, locais ou não, em espaços cênicos ou adaptados.

A partir desse mapeamento inicial de artistas e produtores interessados, o Palco Fora do Eixo em suas regionais, junto com os produtores locais, irão organizar rotas de circulação de artistas. No formulário de inscrição anexo, o produtor poderá optar se quer receber artistas em circulação na sua cidade.